Buscar
  • Qualivida

6 dicas para manter o idoso ativo


O bem estar e a saúde mental de idosos têm impacto direto na saúde física e qualidade de vida desses indivíduos. Uma boa forma de garantir um envelhecimento saudável é procurar se manter ativo, não só através de atividades físicas, mas também de socialização e aprendizado de novas atividades.


O tempo ocioso em excesso pode ser gatilho para transtornos de ansiedade e depressão. Dessa forma, é necessário, após aposentadoria buscar novos propósitos que nos mantenham motivados na terceira idade.


Incentivar e propor novas atividades por parte de familiares e equipe de saúde é imprescindível. Entretanto, sempre respeitando a autonomia do idoso. A atividade deve ser adaptada ao nível cognitivo e capacidade física de cada um.


A aposentadoria pode ser uma chance para colocar em prática aquelas atividades deixadas de lado devido os ofícios e obrigações da maturidade.



1 – Atividade física


Já é comprovado cientificamente que atividade física na terceira idade, é essencial para ajudar na manutenção da força muscular e no desempenho cardiorrespiratório, melhorando substancialmente a qualidade de vida daqueles que o praticam. Quanto antes esse hábito fizer parte da rotina do idoso, maiores os benefícios.

Nunca deixe de estimular o idoso a praticar atividades físicas, sempre individualizando o tipo de exercício recomendado. Podem variar de caminhadas, yoga, hidroginástica, musculação, entre outros.


2 – Aulas de música e pintura


Novas atividades são ótimas para estimular as habilidades cognitivas. Algumas opções são aulas de música e pintura, ou qualquer outra coisa que o idoso se interesse, como crochê ou culinária.


Você pode optar por professores que vão em casa ou aulas em grupo ou online ( uma boa opção para o período de pandemia).


Para idosos com déficits cognitivos avançados uma boa opção é a terapia ocupacional, que vai auxiliar nas atividades do dia a dia.


3 – Jogos


Têm como objetivo principal a interação social do idoso e a melhoria da sua qualidade de vida, a partir da prática esportiva e recreativa, contribuindo para melhoria do bem estar físico e mental. Algumas opções são:

  • Baralho

  • Quebra-cabeças

  • Palavras cruzadas

  • Mímica/imagem & ação

  • Dominó

  • Xadrez

4 – Atividades Culturais


Promover atividades culturais (cinema, teatro, show, entre outros), providenciar as programações de Centros de Convivências e dos Espaços Sociais da Cidade e agendar aquelas de interesse e possibilitar condições para que de fato o idoso possa frequentar espaços de seu interesse.


Em tempos de pandemia, uma boa forma de suprir a impossibilidade dessa socialização presencial é incentivar o idoso a se incluir digitalmente. Uma dica, é ensinar o mesmo a utilizar redes sociais para interação com família e amigos.


5 – Causas sociais


Direcionar o idoso para algum trabalho voluntário ou convidá-lo a participar de alguma causa social que possa despertar suas habilidades e suas potencialidades.

Renovar projetos e ações que possam ressignificar o sentido de utilidade e importância para o idoso são muito importantes.


6 – Clube de livros e filmes


Assistir filmes e ler livros são ótimas atividades de lazer. Interessante é envolver outros familiares do domicílio e criar uma rotina de assistir filmes juntos e ler os mesmos livros para discutir depois, como em um clube de leitura e filmes.


Isso estimulará a memória, capacidade de argumentação, socialização e é uma boa opção para diminuir o tédio.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo